O sarampo é uma doença altamente contagiosa causada por um vírus chamado Morbillivirus, e é uma das principais responsáveis pela mortalidade infantil em países sub-desenvolvidos.

O primeiro sinal da doença geralmente é a febre alta, que começa entre 10 e 12 dias após o contato com o vírus e dura de 4 a 7 dias. Na fase inicial, o paciente pode apresentar secreções no nariz “coriza”, tosse, irritação nos olhos e mal-estar intenso. Manchas brancas dolorosas dentro das bochechas também podem se desenvolver no estágio inicial. Após estes sintomas, surgem manchas vermelhas no rosto, que se espalham, atingindo eventualmente as mãos e os pés. O exantema dura de cinco a seis dias, desaparecendo em seguida.

A doença pode ser grave, com acometimento do sistema nervoso central e pode complicar com infecções secundárias como pneumonia, podendo levar à morte. As complicações atingem mais gravemente os desnutridos, os recém-nascidos, as gestantes e as pessoas portadoras de imunodeficiências.

 

Transmissão

O sarampo é causado por um vírus altamente contagioso – 90% das pessoas sem imunidade que compartilham espaços com pessoas contaminadas contraem a doença. A transmissão ocorre diretamente, de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração, por isso a facilidade de contágio da doença. Além de secreções respiratórias ou da boca, também é possível se contaminar através da dispersão de gotículas com partículas virais no ar, que podem perdurar por tempo relativamente longo no ambiente, por isso ficar em locais fechados junto com uma pessoa doente facilita a transmissão do vírus do sarampo. A doença é transmitida na fase em que a pessoa apresenta febre alta, mal-estar, coriza, irritação ocular, tosse e falta de apetite, dura até quatro dias após o aparecimento das manchas vermelhas.

 

Prevenção

A suscetibilidade ao vírus do sarampo é geral e a única forma de prevenção é a vacinação.

Não existe vacina isolada para o sarampo, mas sim em associação com sarampo, rubéola, caxumba e varicela.

Triplice Viral: Sarampo, Rubéola e Caxumba ou

Tetra Viral: Sarampo, Rubéola, Caxumba e Varicela.

A primeira imunização contra o sarampo ocorre aos 12 meses, com a vacina tríplice ou tetra viral. Já aos 15 meses, o bebê deve tomar a vacina tetra viral. Elas são oferecidas nos postos de saúde e nas clínicas particulares.

Para imunização adequada de adultos e adolescentes de até 29 anos são necessárias duas doses da vacina. Pessoas que têm entre 30 e 49 anos devem ser imunizados com uma dose.

A proteção conferida pela vacina é alta. Mais de 90% dos sujeitos que recebem as duas doses criam um bloqueio duradouro contra o vírus.

A vacina é segura na população indicada. Em poucos casos podem ocorrer reações adversas, mas a vacinação em massa é necessária para prevenção de casos graves em crianças, gestantes e imunossuprimidos.

 

Elisa Maria Beirão

Infectologista

CRM 86437

Newsletter

Preencha o formulário abaixo e seja avisado quando lançarmos materiais novos.

Horário de funcionamento

Segunda e terça-feira: 10h às 19h
Quarta e quinta-feira: 8h às 18h
Sexta-Feira: 9h às 18h
Sábado: 9h às 13h

Pensando em seu conforto, o Meniá também trabalha com hora marcada. Se tiver interesse, entre em contato conosco.

Temos estacionamento próprio com vagas cobertas e manobrista.

Meniá @ copyright – todos os direiros reservados.
Desenvolvido por Thiago Saccól.